CCATES

Eficácia e segurança de sertralina e citalopram para o tratamento de depressão

PTC 12/2014

DOI: 10.13140/2.1.5036.8807

Autores: Júlia de Paula Penna Palhares, Sarah Nascimento Silva, Augusto Afonso Guerra Junior, Francisco de Assis Acurcio

RESUMO EXECUTIVO

Intensidade das recomendações: Fraca a favor da tecnologia.

Tecnologia: Sertralina e citalopram.

Indicação: Depressão moderada ou grave.

Caracterização da tecnologia: A sertralina e o citalopram fazem parte do grupo de antidepressivos inibidores seletivos da recaptação de serotonina (IRSR). Esses medicamentos aumentam a quantidade de serotonina na fenda sináptica, aumentando, portanto, a estimulação sináptica e a atividade serotoninérgica no organismo.

Pergunta: Os medicamentos citalopram e sertralina são mais eficazes para o tratamento da depressão maior em adultos que a fluoxetina?

Busca e análise de evidências científicas: Foram pesquisadas as bases Medline (via Pubmed), Centre for Reviews and Dissemination (CRD), The Cochrane Library e LILACS. Buscaram-se revisões sistemáticas (RS) de ensaios clínicos que comparassem a eficácia e segurança dos medicamentos sertralina e citalopram comparados à fluoxetina para o tratamento de depressão moderada ou grave. A qualidade da evidência foi avaliada pelo sistema GRADE. Avaliações de Tecnologias de Saúde e guias terapêuticos foram pesquisadas em sites de agências internacionais e na Rede Brasileira de Avaliação de Tecnologia em saúde.

Resumo dos resultados dos estudos selecionados: Foram incluídas sete RS, sendo seis com metanálise. Na avaliação da eficácia, os resultados das RS demonstraram uma discreta superioridade da sertralina frente à fluoxetina e não foram observadas diferenças estatisticamente significantes entre a fluoxetina e citalopram. Quanto à segurança, grande parte dos estudos se mostrou inconclusiva ou levemente favorável à fluoxetina. Em relação às taxas de abandono do tratamento, os resultados encontrados não foram estatisticamente significantes, o que nos leva a concluir que não há diferença entre os medicamentos. A maioria das RS apresentou evidência de baixa qualidade e todas contribuíram para uma recomendação fraca a favor da sertralina. Foram incluídos quatro guias terapêuticos que não fizeram distinções entre os medicamentos da classe dos ISRS.

Recomendações: Considerando que grande parte dos resultados encontrados apresentavam limitações e dados inconclusivos, recomenda-se que a fluoxetina seja o medicamento de primeira escolha para o tratamento da depressão grave ou moderada, uma vez que seu perfil se assemelha ao das tecnologias avaliadas e é disponibilizada pelo SUS. Caso não haja resposta adequada ao tratamento com a fluoxetina e ainda se deseje manter o uso de um IRSR, a
sertralina poderia ser utilizada.

Adicionar Comentário